Pastor Edison Pugaciov
Deus é fiel em todas as suas promessas.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato
Meu Diário
19/07/2017 09h01
ONDE ESTÁS?

Muitas e muitas vezes, diante de situações negras e o silêncio divino, o cristão já deve ter se perguntado: “Deus onde estás?” - sem perceber que, na sua própria pergunta, estava a resposta. Por que? Porque onde á a palavra chave. Tudo se resume exatamente nisto: onde!

E a Bíblia mostra isso claro. Pense no tempo em que Jesus andava na terra. Ele tinha uma casa, visitou muitas outras, pregou em certos e determinados lugares. Agora pinte um quadro em sua mente: Jesus pregando na residência d’Ele! Imagine a casa d’Ele apinhada de gente, gente se acotovelando nas janelas e na rua de frente! Todas estas pessoas tocando-O de uma forma ou outra e sendo: curadas! Porque a Palavra diz: “a todos quantos O tocaram Ele curou” !

Acrescente a esta cena a que havia lá fora. Jesus tinha vizinhos dos lados, da frente, dos fundos, imagine todas suas casas e ruas! Note a Palavra não ter mencionado nenhuma pessoa ter sido curada, só por ser vizinha de Jesus. Isto é importante! Observe também como estes vizinhos estavam, muitos deles, separados de Jesus por uma simples parede! Podemos até lastimar: - Quantas oportunidades perdidas ! Tão perto e tão longe! Só os que O tocaram foram curados.

Exemplificando o paralítico trazido de longe no próprio leito e a mulher do fluxo de sangue, cujos exemplos estão registrados! Ambos foram até Ele! Irmãos, isso continua assim, hoje. Exceto pelo fato de não ser o Jesus físico a quem devemos buscar, mas ao seu Espírito Santo! Outra diferença a ressaltar é Jesus ter muitíssimas residências hoje, porém, não poder agir livremente em todas do modo como deseja, por causa dos que a ocupam.

Lembram-se de que, onde Ele menos pode operar milagres foi na Sua cidade, por causa de seus parentes? As igrejas são casas de Jesus (ou deveriam ser!). Mas, por não o serem plenamente, Ele age mais poderosamente numas que noutras e em algumas nem age! Em algumas apenas consegue fazer as pessoas O conhecerem como Salvador e chegarem às águas do batismo, nada mais! Já em outras consegue exercitar seu ministério de libertações, noutras o de curas e assim por diante. Em raríssimas (não conheço pessoalmente nenhuma) irá operar como gosta: PLENAMENTE ! Tudo por causa daquela velha rixa da carne contra o Espírito.

Outro dia falávamos com uma irmã desesperada, que viera nos pedir ajuda. O que tínhamos podido fazer por ela, já tínhamos feito. Recomendamo-la, então, buscar ajuda numa certa igreja onde casos como o dela estavam sendo resolvidos aos montes. Era o lógico! Mostrou-se decepcionada. Disse-me já freqüentar uma igreja da qual gostava bastante e, além disso, sua denominação não aprovar a que eu lhe indicara! – Se a sua é a igreja mais adequada para você, então, não devia nem estar me pedindo ajuda e sim, me ajudando; pois, tenho certas carências também, irmã! Uma igreja será boa para nós quando nos oferecer soluções para o máximo de infortúnios que estejamos passando, espiritual e materialmente, e nos ajudando a adentrar na vida que Jesus nos prometeu:“com abundância” ao ponto de podermos ajudar outras pessoas! 
 

Menos que isso, por que sua igreja é boa? Por ter bancos macios, irmãos ricos, belos grupos vocais, ar-condicionado? O que tudo isso pode fazer para livrá-la do seu desespero? - esta é a pergunta que se tem de fazer! Outra irmã que recebera uma tremenda bênção na mesma igreja que a irmã acima, censurou a mesma e foi dar seus agradecimentos a Deus num culto de ação de graças, feito numa igreja onde, durante anos, não recebera nada! Acham isso correto? Creio que as pessoas estão tão acostumadas a serem enganadas, que nem percebem  isso acontecer!

O inimigo parece continuar a manipular alguns cordões das vidas das pessoas, para as fazerem crer Jesus não ser tudo o que É. Jesus é o mesmo, não muda, diz a Palavra! Se as igrejas variam é por culpa dos homens. Mas, se queremos resolver um problema, é inútil buscar soluções em vizinhos de Jesus ou com seus parentes. Temos é de ir, lá, onde (olhem a palavra-chave!) Ele está: atuando! Não iremos tocá-Lo fisicamente porque, fisicamente Ele não está em igreja nenhuma! No entanto cada vez que O tocarmos pela fé as soluções para os nossos problemas advirão, como frutos maravilhosos do Espírito.

Estes frutos da fé, à mostra numa igreja, são o que nos indicarão estarmos no lugar correto. E nem implica em abandonarmos a igreja na qual estamos! Se é que estamos congregados numa igreja indicada por Ele, como seria o correto e não, numa ao bel-prazer!

Examinem Deuteronômios e verão que, ali, Deus nos manda mais de vinte vezes, nos filiarmos num local específico, designado por Ele, entre todas as tribos de Judá! A questão, pois, a saber é: você deve continuar eternamente afastado das bênçãos que o Senhor tem para você em outros locais? “Mostra-me a tua fé pelas obras que te mostrarei as obras de minha fé”, diz a Palavra; e uma igreja boa deve fazer exatamente isto, pois, como diz o ditado: “Contra frutos não há argumentos”. Não vai ser difícil para alguém com problemas graves decidir a respeito. E só compete a estes tomarem suas próprias decisões de fé. 

Deus os abençoe.

Pastor Edison Pugaciov


Publicado por Pastor Edison Pugaciov em 19/07/2017 às 09h01
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.