Pastor Edison Pugaciov
Deus é fiel em todas as suas promessas.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Sair da caverna para viver um futuro apostólico
TEXTO:
1 REIS 19:9 e 10 e 15 a 18

9 Ali, entrou numa caverna, onde passou a noite; e eis que lhe veio a palavra do SENHOR e lhe disse: Que fazes aqui, Elias?
10 Ele respondeu: Tenho sido zeloso pelo SENHOR, Deus dos Exércitos, porque os filhos de Israel deixaram a tua aliança, derribaram os teus altares e mataram os teus profetas à espada; e eu fiquei só, e procuram tirar-me a vida.”

v.15 a 18

15 Disse-lhe o Senhor: Vai, volta ao teu caminho para o deserto de Damasco e, em chegando lá, unge a Hazael rei sobre a Síria.
16 A Jeú, filho de Ninsi, ungirás rei sobre Israel, e também Eliseu, filho de Safate de Abel-Meolá, ungirás profeta em teu lugar.
17 Quem escapar à espada de Hazael, Jeú o matará; quem escapar à espada de Jeú, Eliseu o matará.
18 Também conservei em Israel sete mil: todos os joelhos que não se dobraram a Baal, e toda a boca que o não beijou.”

Ter um futuro, é ter a perspectiva de um caminho.

Deus apareceu a Abraão e disse:- Anda em minha presença e sê perfeito, em Genesis 17:1.

Abraão tinha cometido uma série de erros, que aos olhos de muitos inviabilizaria o seu caminho, mas tudo o que ele precisava fazer é continuar andando.

Hoje você vai vencer a paralisia que quer impedir o seu avanço e vai encontrar forças para caminhar e viver novos cenários que definirão o seu futuro.

Em Isaias 40:29 a 31 diz:

29 Ele dá força ao cansado, e aumenta as forças ao que não tem nenhum vigor.
30 Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os mancebos cairão,
31 mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; andarão, e não se fatigarão.

O que você vai denunciar para não ter o seu futuro roubado

Em primeiro lugar:
Denunciar o roubo causado pela ameaça

Em 1 Reis 19.2 e 3 diz:

2 Então Jezabel mandou um mensageiro a Elias a dizer-lhe: Façam-me os deuses com lhes aprouver se amanhã a estas horas não fizer eu à tua vida como fizeste a cada um deles.
3 Temendo, pois, Elias, levantou-se e, para salvar a sua vida, se foi e chegou a Berseba, que pertence a Judá; e ali deixou o seu moço.

Elias tinha o seu futuro garantido se ele somente ouvisse a Deus, mas porque ele deu ouvidos à voz de Jezabel, teve a sua caminhada alterada, influenciado pela ameaça do inimigo, se sentiu perdido, sem direção, sem futuro.

Ameaçado esqueceu a sua constituição, esqueceu os milagres que Deus operara através da sua vida, esqueceu do Deus que enviou fogo dos céus.

Elias saiu do caminho da vitória, saiu do futuro apostólico, para procurar salvar a sua própria vida com as suas próprias mãos.

A ameaça do inimigo nos rouba da condição de enxergar o nosso futuro, nos faz tirar os olhos de Jesus, o autor e consumador da nossa fé, nos faz esquecer dos milagres e livramentos que Deus operou em nossas vidas e nos faz fugir buscando refúgio em saídas, alternativas humanas, mas hoje ao denunciar o roubo causado pela ameaça, os teus olhos vão se voltar para Jesus, a tua constituição vai ser estabelecida na sua plenitude. Hoje é o fim de toda ameaça e, o início de um futuro apostólico.

Em segundo lugar:
Denunciar o roubo causado pela solidão

Em 1 Reis 19.4 diz:

Ele mesmo, porém, se foi ao deserto, caminho de um dia, e veio e se assentou debaixo de um zimbro; e pediu para si a morte, e disse: Basta, toma agora, ó Senhor, a minha alma, pois não sou melhor do que meus pais.

Elias opta pela solidão, abandona o seu moço, o deixa de lado, em busca da sua nova caminhada, uma caminhada sem perspectiva, marcada pela falta de referencial, pois no mesmo lugar que Abraão cavou o poço da promessa, Elias despreza este referencial, e mergulha no deserto sozinho.

Elias optou por andar sozinho, por ser guiado por seus medos e anseios, e sozinho, solitário, teve as suas forças roubadas a ponto de desejar a própria morte.

O roubo causado pelo inimigo rouba as nossas forças, tira o desejo de viver, o desejo de prosseguir, rouba a caminhada, e a saída parece ser a morte, a saída parece ser abandonar o caminho, mas ao denunciar o roubo causado pela solidão, os teus referenciais serão restabelecidos, o desejo pela vida será restaurado, o amor de Jesus Cristo vai invadir o teu interior e todo o medo será lançado fora, e na tua vida a solidão não existe mais, pois Jesus está contigo todos os dias da tua vida.

Em Mateus 28:20 diz:

ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.

Em terceiro lugar:
Denunciar o roubo causado pela comparação com os outros

1 Reis 19.4 diz:

4 Ele, porém, entrou pelo deserto caminho de um dia, e foi sentar-se debaixo de um zimbro; e pediu para si a morte, dizendo: Já basta, ó Senhor; toma agora a minha vida, pois não sou melhor do que meus pais.

O desejo do inferno é o retrocesso, ao se comparar com a geração de seus pais, Elias estava sendo descaracterizado de sua essência , estava se igualando a seus pais, estava abandonando definitivamente a sua constituição, Elias foi roubado da sua vontade de viver, pois não enxergava mais o seu futuro, nos seus olhos tinha apenas uma certeza, a morte, e essa era a sua escolha, desejava morrer.

O roubo provocado pela comparação retira do homem as suas convicções e estabelece a mentira do diabo como a verdade. Definir um padrão comparativo entre os homens, entre o hoje e o ontem tira os nossos olhos do amanhã, do futuro, e essa comparação gera a frustração, que mata os sonhos.

Hoje ao denunciar toda a comparação com os outros, com o teu passado, com os teus familiares, o Senhor vai te fazer convicto dos teus referenciais.

Em 1 Corintios 11.1 diz:

Sede meus imitadores, como também eu o sou de Cristo.

O Senhor vai te trazer a consciência de que há um bom futuro reservado para a tua vida, pois as coisas velhas já se passaram, e eis que tudo se fez novo em Cristo Jesus.

E para viver o futuro apostólico você vai:

Em primeiro lugar:
Você vai se alimentar na guerra do quem dos céus

Em 1 Reis 19.8 diz:

Levantou-se, pois, comeu e bebeu; e com a força daquela comida, caminhou quarenta dias e quarenta noites até Horebe, o monte de Deus.

O pão que o anjo trouxe é a figura de Jesus o pão da vida que no deserto, quando tentado pelo inimigo se negou a comer da forma que ele oferecia, negou se alimentar do pão da terra, para se alimentar do pão que vem dos céus, a Palavra de Deus.

Este é o alimento que vem dos céus para a tua vida, o que restaura as tuas forças, que te traz vida, que te traz alegria, que te coloca no rumo certo, na direção do alvo, na direção de Jesus Cristo.

Em segundo lugar:
Se alimentar da esperança porque a redenção está perto

Em 1 Reis 19.9 diz:

Ali, entrou numa caverna, onde passou a noite; e eis que veio a palavra do Senhor e lhe disse: Que fazes aqui, Elias?


Próximo de chegar ao Monte de Deus Elias escolhe uma caverna para entrar, ele já tinha caminhado 40 dias, mas aquela decisão inviabilizava a sua caminhada, inviabilizava o seu futuro, e o Senhor lhe perguntou: o que fazes aqui, Elias?

A caverna não era o local para o descanso de Elias.

Deus tinha o monte preparado para Elias, e hoje você vai se alimentar da esperança, renovar as suas forças na Palavra de Deus, não é tempo de ficar cansado, não é tempo para parar, é tempo de avançar, tempo para prosseguir com firmeza, porque a redenção está perto está chegando o grande Dia do Senhor na tua vida. Se alimente da esperança. Fica Firme !

Em terceiro lugar:
Se alimentar da visão que corrige o nosso caminho

Em 1 Reis 19.15 diz:

Disse-lhe o Senhor: Vai, volta ao teu caminho para o deserto de Damasco e, em chegando lá, unge a Hazael rei sobre a Síria.

Ele estava no deserto errado, o Senhor o corrigiu e deu a nova direção, vá para deserto de Damasco.

A falta de visão nos faz caminhar erradamente, Elias estava no deserto errado, vivendo distante da vontade de Deus, longe do plano de Deus, a falta de visão o fez andar às cegas, sem direção, hoje o Senhor corrige a tua visão, o Senhor te faz viver um novo tempo de fidelidade à Visão como Paulo diante do rei Agripa, ao se alimentar da visão os teus olhos serão como chamas de fogo (Apocalipse 2:18) e o teu caminho vai ser corrigido, e o teu futuro está seguro, o teu futuro está garantido.

As bênçãos que você vai viver porque tem um futuro certo

A primeira benção é
Derramar óleo sobre Eliseu – a garantia do sucessor

Elias ungiu a Eliseu como seu sucessor e o mover apostólico teve sua continuidade, o futuro de Elias foi projetado em Eliseu que com a porção dobrada realizou e conquistou as vitórias do Senhor.

O teu futuro está garantido e ter o sucessor garantido é a certeza de que haverá continuidade na tua vida, que a obra que Deus iniciou na tua vida vai se completar, é a garantia de um futuro glorioso para a tua vida, um futuro apostólico, um futuro de conquistas e vitórias.

A segunda benção é
Derramar óleo sobre Jeú – a garantia de que a perseguição não vai te destruir

Elias ungiu a Jeú como sucessor de Acabe, determinando o fim do reinado de Acabe e da ação de Jezabel, determinando o fim da ameaças, determinando o fim da ação do inimigo dentro do reino de Israel.

O teu futuro está garantido e ter a garantia  de que a perseguição não  vai te destruir, é a certeza de que o Senhor está no controle de todas as situações na tua vida, as ameaças, as mentiras, e as armadilhas do inimigo vão cessar, e um novo tempo, uma nova caminhada vai começar na tua vida e na tua família.

A terceira benção é
Derramar óleo sobre Hazael – a garantia que o inimigo está em nossas mãos

Elias ungiu a Hazael como rei da Síria, estabelecendo que o inimigo do povo de Israel estava nas mãos de Deus, nas mãos de Jesus Cristo, o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores é a tua garantia da vitória definitiva, é a tua garantia de que todos os teus inimigos estão nas mãos de Jesus, e que ele vai te trazer a vitória, pois para a tua vida, deveras haverá bom futuro.

Em Provérbios 23.18 diz:

Porque deveras terás uma recompensa; não será malograda a tua esperança.

Nós vamos marchar este ano, porque os nossos joelhos não se dobraram diante de Baal.  

Em Levíticos 26:8 diz:

“...Cem dentre vós perseguirão a dez mil; e os vossos inimigos cairão a espada diante de vós”.

Este ano não serão sete mil só, mas sete milhões que saem as ruas para declarar que temos futuro nesta terra, e deixamos um legado de conquistas para muitas gerações.


Deus te abençoe

Pastor Edison Pugaciov
Igreja Renascer em Cristo – Sede
Pastor Edison Pugaciov
Enviado por Pastor Edison Pugaciov em 23/05/2007


Comentários